“I’m Sorry” meus amigos mas esta série é obrigatória para quem gosta de comédia e adora uma boa sessão de “desligamento de cérebro”.

Se acompanham este vosso Chickflick lindão sabem que amo mergulhar na pesquisa e descobrir séries de que nunca ouvi falar, fazer play e ganhar um novo vício para a lista.

“I’m Sorry” é um dos meus vícios.

Descobri a série no ano passado e ando feliz e contente já a seguir a segunda temporada.

Há vários pontos a favor de “I’m Sorry”.

A saber:

  1. Os episódios são curtos, não precisamos de tirar férias para os ver.
  2. É tão bem escrito que dá vontade de fazer uma adaptação à candonga e reproduzir isto em 200 línguas.
  3. Foi criada por Andrea Savage.
  4. Tem na lista de produtores executivos pessoas como o Will Ferrell, Andy Samberg e… Andrea Savage.
  5. A actriz principal é Andrea Savage.

Se estão a notar aqui um padrão de girl crush pela Andrea Savage é porque, yep, ele existe.

Ah, mas de que é que se trata?!

Simples.

“I’m Sorry” é uma daquelas pérolas que é sobre tudo e não é sobre nada.

Retrata a vida de uma guionista de comédia, casada e com uma filha, vista sempre pelo seu ponto de vista sarcástico, neurótico e meio infantil.

E com muita graça.

Os momentos cómicos vêm sempre de situações awkward, de frases desbocadas e pequenos detalhes do dia a dia que são esmiuçados até ao tutano.

Apesar do look familiar “I’m Sorry” não deve ser visto em família.

A família é feliz, a vida familiar é bem retratada mas a linguagem é para adultos.

“I’m Sorry” está cheia de palavrões, sex talk e muitas descrições explícitas.

E isso só a torna melhor ainda.

É a melhor série de sempre? Não.

Mas é muito divertida de acompanhar e arrisco-me a dizer que é uma das minhas favoritas neste momento.

O elenco? Cheio de pérolas.

Já vos disse que Andrea Savage é a estrela da companhia, right?

Ela criou, escreve, produz e protagoniza a série.

Que sonho.

Andrea Savage / Andrea

Andrea é personagem principal.

É guionista de comédia, não tem qualquer filtro e produz naquele cérebro os pensamentos mais fora de sempre.

É casada, tem uma filha e é um sonho de personagem.

Se assim de repente não estão a localizar a actriz então parem tudo e vão ver “Veep, uma das minhas séries favoritas de todo o sempre, onde Andrea Savage interpreta a presidente Laura Montez.

Tom Everett Scott / Mike

Mike é o marido de Andrea.

É basicamente a contracena equilibrada e sã que a neurótica Andrea precisa para ter ainda mais graça e parecer ainda mais tresloucada.

Mike tem piada, alinha nos pensamentos random da mulher mas é claramente a personalidade Beta desta equação.

Olive Petrucci / Amelia

Amelia é a filha de Andrea e Mike.

Uma criança normal mas que vai absorvendo a loucura que vê em casa e que volta e meia surpreende com uma frase que dá o mote ao raciocínio louco dos pais.

O elenco adicional esconde tesourinhos.

Outra coisa boa de séries como “I’m Sorry” é a quantidade de convidados especiais que coleccionam.

“I’m Sorry” não é excepção à regra e conta com a presença recorrente de actores geniais que às vezes dão o ar da sua graça nem que seja em duas ou três cenas.

Kathy Baker e Martin Mull são um desses casos, em “I’m Sorry” interpretam os pais de Andrea.

Estão divorciados e são tão ou mais geniais e neuróticos que a filha.

Porque devem ver “Im Sorry”?

Porque sim.

É rápida, engraçada, real, awkward, os diálogos chegam a fazer-me carregar no pause para ter tempo de rir sem perder a piada seguinte e, basicamente, estou rendida.

Deixo-vos os trailers de ambas as temporadas, of course.

De nada meus pequenos, de nada.

Peace out, Kidz.

MBM

Trailer Season 1:

Trailer Season 2: