Comecemos pelo princípio: Brie Larson é vida.

Que a actriz é incrível já ficou provado vezes sem conta, lembram-se da performance que lhe valeu o Oscar com o filme “Room”?!

Mas que seria perfeita no papel de uma super heroína altamente kick ass e uma super role model para qualquer miúda, confesso que é uma novidade que me deixou feliz.

Captain Marvel não é só mais um filme de super-heróis

No filme, a personagem principal é relatable, engraçada, com uma personalidade “normal” e perfeitamente identificável por qualquer pessoa, o que só a torna mais humana e uma forte candidata a referência para as mini super-heroínas que andamos a criar.

Captain Marvel é um statement importante.

Elas podem ser igualmente badass.

Acho que vou planear uma ida ao cinema com as minhas sobrinhas, nunca é demais relembrá-las que podem ser aquilo que quiserem e que esta coisa dos super-heróis não é só para os “manos”.

Detalhe que me deixou feliz em Captain Marvel?

Não vou repetir que estes filmes cheios de super poderes não são bem a minha cena. Já vos disse isso no artigo sobre “Glass” (ler aqui), que já agora, me deixou rendida!

Mas posto isto, porque é que vos estou a sugerir “Captain Marvel”?

Simples. Porque é fixe.

Primeiro que tudo o filme passa-se nos anos 90, e quem é que não gosta de um “throwbackzinho” até aos 90’s?

Porque é que este ponto é relevante? Por este facto ser várias vezes ao longo da trama uma espécie de comic relief, tal é o contraste em termos tecnológicos entre as personagens que vivem na terra e as personagens galácticas que os vêm visitar.

Coisas como o simples download de um ficheiro que naquela altura era, se bem se lembram (ou não porque alguns de vocês já nasceram nos anos 2000 e não fazem ideia do que estou a falar), uma coisa meio arcaica e mega lenta, que se transformam no filme em momentos bem cómicos.

Mais, a banda sonora.

A BANDA SONORA minha gente! Ai a banda sonora.

Temas como “I’m Only Happy When it Rains” dos Garbage e “I’m Just a Girl” dos No Doubt, deixaram toda a sala de cinema onde eu estava a fazer lip sync e a dar à perninha e sente-se a cada tema escolhido um sorriso geral na plateia.

Aquele resumozinho básico para as “migas”

Captain Marvel conta-nos a história de Carol Danvers (Brie Larson), uma ex piloto da força aérea americana que se torna, basicamente, uma das heroínas mais poderosas de todo o sempre.

Num voo com a sua mentora a coisa corre mal, sofre um acidente com uma raça alienígena conhecida como Kree e a partir daí, ganha todos os seus incríveis poderes.

Posto isto, chega à Terra uma guerra travada entre duas raças alienígenas e Carol Danvers está metida no meio de toda essa confusão.

Esta personagem é forte em todos os sentidos. Como personagem e porque, bem, tem uma força do caraças. Literalmente. Pardon my French.

E com aquele plus de ser a primeira grande protagonista de um filme da Marvel e isso, só me deixa feliz.

O elenco? De sonho.

Só assim num instante faço-vos uma listinha rápida para perceberem o nível de que estou a falar.

Querem? QUEREM?

Não vos vou dar hipótese de escolha, check it out:

Brie Larson, Jude Law, Annette Bening e Samuel L. Jackson.

Só assim rapidinha. Porque há muitos, muitos mais actores que merecedores de destaque.

Se isto não vos faz ir já a correr para o cinema, não sei o que terei de dizer mais.

Vamos a detalhes:

CAPITÃO MARVEL / CAROL DANVERS

Interpretada pela extraordinária Brie Larson, Carol Danvers é uma ex-oficial e piloto da Força Aérea.

Depois da Terra ser atingida por uma guerra galáctica cheia de personagens estranhas (by the way, parabéns à equipa de caracterização, é tudo incrivelmente bem feito), Carol Danvers torna-se a heroína mais poderosa do universo.

Acho que vou comprar a boneca para minha sobrinha mais nova!

NICK FURY

Fury é interpretado por Samuel L. Jackson (façamos a vénia por favor) e a personagem encaixa-lhe que nem uma luva.

Cruza-se com Denvers e rapidamente se tornam aliados no combate a esta invasão na Terra. É o líder da S.H.I.E.L.D. e é muitas vezes em Captain Marvel o protagonista de cenas engraçadas.

Algumas envolvem um gato super cute, e quem é que não gosta de ver gatos fofinhos no ecrã?

TALOS

Talos é membro dos Skrulls (uma das raças alienígenas que está em guerra) e tal como os restantes muda de forma podendo adoptar a fisionomia de qualquer ser que se cruze no seu caminho.

Talos tem a particularidade de ter aperfeiçoado esta técnica e ser um dos melhores a fazê-lo. É interpretado por Ben Mendelsohn.

 

COMANDANTE DA STARFORCE

Interpretado por Jude Law, o Comandante da Starforce é um guerreiro altamente respeitado no exército dos Kree (a outra raça alienígena em questão).

É o mentor de Carol e comanda a elite do exercito Kree e é considerado um herói pelo seu povo.

Quem diria que Jude Law ficaria tão bem com uma farda sustinha ao corpo? 😍

Querem mais?

RONAN

Ronan é um líder Kree que lidera os Accusers (a pesada artilharia militar dos Kree) e talvez se lembrem dele do filme “Guardians of The Galaxy” de 2014 e é, mais uma vez, interpretado por Lee Pace.

MINN-ERVA

Minn-Erva é uma das minhas personagens favoritas apesar de não ter um “suuuper” destaque.

Em parte porque é interpretada por Gemma Chan e por outro lado porque é uma super atiradora badass da Starforce.

É altamente leal ao seu comandante Jude Law e bem, é mais um exemplo de girl power presente em Captain Marvel.

ANNETTE BENING

Comecemos por fazer um minuto de silêncio em honra do talento desmesurado de Annette Bening. Eu espero.

Está? Ok.

Agora façamos a vénia, mandemos vir a banda filarmónica e façamos uma parada em honra de Annette Bening.

Too much? Ok.

Annette Bening (aaaaahhhhhh!!!!) é tudo na vida.

Em Captain Marvel é a grande referência na vida de Carol Danvers, foi sua mentora na força aérea e é ela que lhe surge na mente quando fala com a Inteligência Suprema.

Apesar de não ser a personagem central é uma super presença no filme.

Porque… é a Annette Bening, né?!

O que é importante reter

O mais importante a reter é que nenhum fã da Marvel deve perder este filme. E os que não são também não.

E se estão reticentes em ir ver o filme porque a protagonista é feminina e esta coisa dos super-heróis é coisa de homem, tirem já esse cavalinho da chuva porque não faz sentido nenhum.

É a primeira vez que esta personagem aparece num filme da Marvel e é tão poderosa e relatable que vai conquistar qualquer um, homens, mulheres e crianças.

Mulheres deste país: arrastem os vossos homens até ao cinema, ou juntem um grupo de “migas” kick ass e vão ver o filme.

Esta Captain Marvel é super empowering e um excelente exemplo para as vossas filhas, sobrinhas, afilhadas e afins. Ah, e também é fixe os rapazes mais novinhos verem que uma mulher também pode te super poderes e ser altamente cool.

Quando estreia?

O filme já está nos cinemas e é um must see! Por isso… já está aí!

Corram que vale a pena.

Acho que vão ficar loucos (miúdos e graúdos) com o merchandising

Podemos falar sobre a capacidade desta malta de produzir merchandising cool? Tipo… quero tudo?!

Já vos disse que adoro pens?

E quanto mais “fora” forem mais eu gosto delas, mas esta… não resisto a partilhar. É ou não é a coisa mais awesome de sempre?!

Para não falar do porta-chaves que vai ficar lindão com as minhas chaves de casa penduradas. 😍

A jóia da coroa?

Agora agarrem-se às vossas cadeiras porque para além do habitual poster, da mochila que vai fazer os meus sobrinhos começarem à batatada para decidir quem a leva para a escola, da pen que não darei a ninguém e do porta-chaves super classy, amigas…. A-MI-GAS:

Há um casaco. UM CASACO!

Não é a coisa mais lindona de todo o sempre? Estou OBSESSED.

Já não o vou tirar mais porque me assenta que nem uma luva, é super quente e fofo e ultra fashion. É meio militar/força aérea (óbvio) e já me sinto a Carol Danvers dentro dele.

Faz-me logo sentir super apta para pilotar um avião, ahahaha!

Fica o trailer!

Peace out, Kidz.

MBM